Disney com crianças

12 de outubro: Dia das crianças + Feriado! Ou seja um motivo para viajar, ainda mais quando cai assim pertinho do fim de semana e algumas pessoas podem emendar.

E já que hoje é Dia das Crianças e também feriado, pensei em falar sobre um destino muito gostoso! Claro a Disney! Que realiza sonho de todas as crianças de todas as idades!

Tive o privilégio de viajar com as minhas afilhadas, uma de 5 anos (quase 6) e a outra de 2 anos (quase 3). Foi uma viagem que todos curtiram, os pais, as crianças e a madrinha aqui. Mas também, todos se cansaram.

Afinal, parque, andanças, brincadeiras e mais andanças! Sair cedo de casa, voltar tarde, perder hora do almoço e só comer quando dá fome. Ou ir embora só quando já está tudo doido e as crianças quase dormindo... ou literalmente dormindo no carrinho.

Eu já havia ido  à Disney de Orlando com meus 15 anos e repedir o mesmo destino 19 anos depois, com minhas afilhadas e minha prima irmã, foi algo realmente Mágico! Que só a Disney sabe fazer. Eu vou contar aqui como foi tudo!

 

Passagens:

Como eu moro aqui nos Estados Unidos, peguei uma passagem direto de Nova Iorque para  Orlando e com uma condição muito boa, um valor muito abaixo do normal. Mas em contra partida, eu só poderia levar uma mala de mão de até 8kgs.

Fiz milagre, coube tudo e mais as comprinhas que adiquiri lá no mundo Disney. (Se bem que não foi nada!)

 

Hospedagem:

Como eu me meti em uma viagem já programada a decisão da hospedagem já tinha sido resolvida. Foi um hotel, ou melhor resort, que mais parecia um apart, com: quarto, Banheiro, cozinha completa e sala (com um sofá cama).

Esse esquema foi o ideal, pois tivemos a liberdade de preparar nosso café da manhã, jantar e lanche.

Fomos ao WalMart, comprar alguns itens e abastecer a geladeira, prevaleceu a opção de alimentos fáceis e saudáveis. Com isso economizamos, pois levamos lanche para o parque.

 

Transporte:

Alugar um carro estilo SUV foi a opção já que tinha crianças, carrinhos, bolsas...

O carro foi o Jeep, e bem econômico. Sendo abastecido 3 vezes e gastando 50 dinheiros de dólares no total de duas semanas.

Quem aluga carro também deve se programar para pagar o estacionamento, que tem o valor de 20 dinheiros de dólares (por dia).

 

Parques:

Cheguei na segunda semana de viagem da família e já haviam visitado alguns parques e fariam o repeteco, mas também teve parque novo pra todo mundo.

Então eu só fui a 3 parques: Animal Kingdom ; Magic Kingdom e Epcot.

Cada parque é no valor de 100 dinheiros de dólaes por dia. Crianças até 2 anos não pagam. Dependendo do parque que você compra os ingressos, há uma promoção progressiva para os outros parques. Esse valor não cobre a comida e água consumidos nos parques.

No meu caso, morri num dinheiro mesmo. Pois o meu primeiro parque foi o Animal Kingdom e não tinha promoção (mas no Magic Kingdom tinha e saia 20 dinheiros mais barato...)

 

Animal Kingdom

O parque eu posso chamar de uma nova releitura de zoológicos, animais de algumas espécies vivendo em uma mini floresta (o parque reproduziu um mini safari com ecossistema e animais, um dos passeios que valeram a pena, sem dúvida!). As pequenas aproveitaram e pediram mais, afinal estavam vendo o Simba, Pumba, Timão, zebra, girafa, elefante...

Teve o passeio para conhecer o gorila, que foi assim, lindo! Ele lá no seu habitat, catando com a pontinha dos dedos as formigas para comer e colocando na boca. Uma paz, uma tranquilidade, uma lindeza!

AK_AK_20161102_7650743535.jpeg

Fomos também em uma parte que haviam pássaros de muitas espécies! Entramos no viveiro e fizemos parte daquele mundo! Vimos a construção de ninhos lindos, voos radicais, penas das mais diferentes cores!

O parque distribuiu repelentes, havia aquele potãopara a família toda! Conhecer os animais e ver as meninas conhecerem, sem ser em uma foto ou filme, foi demais.

O almoço foi feito em um espaço da África, e custou 14 dinheiros, incluindo a água, o cardápio foi: frango grelhado no palitinho; cenoura e repolho cozidos e um molho de milho, tomate e centro. Gostei. Mas achei pouco de dar sustância. Tem uma costelinha delicia, mas um pouco apimentada, com acompanhamento de brócolis (o mesmo acima). O campião na sustancia foi uma carne de porco desfiada, com arroz apimentado, legumes e tipo um pão. Mas como foi apimentado, estava fora do meu radar. No menu Kids (criança), com: frango, brócolis cozido (mas estava quase cru), pedacinhos de maçã para a sobremesa e bebida (que podia ser suco de maçã ou água).

A família resolveu comprar um refil de pipoca, que custava 20 dinheiros uma única vez e vinha com balde temático. E depois pra encher a pipoca era 1,50 dinheiros. Pela matemática valia a pena sim, pois cada pacotinho de pipoca saia por 4,50.

Encontramos alguns personagens também, para as crianças tirarem fotos e pegarem autografo.

De noite passamos no Wall Mart, para comprinhas de comida e também de outros itens, como protetor solar, maquiagens, itens para casa.

Foi um dia ÓTIMO!!!

 

 

Magic Kingdom

É todo aquele encanto e mais! Mais ainda quando se está com família e pessoas queridas. Que emoção! Teve choro sem controle, sorrisos, pulinhos, fotos, suspiros.

A Parade (Parada = desfile dos personagens), agora é mais dinâmica, em 20 minutos tudo acontece: carros personagens, Magia. Vi de tarde às 12hs.

Teve também no castelo da Cinderela a princesa apresentando ao reino encantado à Princesa Elena de Avalon, o novo longa da Disney.

MK_MK_20160924_7650655306.jpeg

 

Almoço:

Encontro com princesas, brinquedos e mais brinquedos, e nem vimos a hora passar até as pequenas pedirem comida. As crianças comeram uma super coxa de truky, o pai também. Eu levei sanduíches e mini cenourinhas que amo!

Durante todo o dia tomamos muito líquido e também um sorvete no formato do Mickey! Também enchemos o refil da pipoca.

De noite, o espetáculo foi a Princesa Elsa e sua irmã Ana com Olaf! O castelo da Cinderela se transformou no castelo da Frozen, em um jogo de luz, música e muita magia.

As pessoas choravam, se arrepiavam!!!

Sim, foi lindo!

Sim eu e minha prima choramos e nos abraçamos e enfim, era nosso momento!

MK_MK_20160924_7854369199.jpeg

 

Epcot

O parque que alguns consideram "mais para adultos" estava com o festival de "Foods and drinks"! Adquirindo um voucher era possível degustar alguns petiscos e bebidas de diferentes países, incluindo o Brasil.

O Epcot é um parque que reúne o mundo todo, é possível dar a volta ao mundo em um dia, conhecendo um pouco da arquitetura, cultura e comida.

Princesas? Sim! Há princesas aqui também para fotos e autógrafos. Branca de Neve, Bella, Mullan, Elsa e Ana, foram uma das personagens que encontramos aqui.

Sou apaixonada por chá, então aproveitei a minha "parada em Londres" para comprar alguns tea ;-)

Dois brinquedos me chamaram atenção (ok na verdade 3 porque acabei de lembrar de mais um):

Um que você entra em uma cabine como se fosse para o espaço, sente a pressão e a falta de gravidade. Há dois níveis para esse brinquedo: normal e hard. Fui no Hard com o pai das meninas, sai tonta, cheia de adrenalina e querendo mais, e um pouco tonta ! (Já falei isso né,mas eu tava tonta mesmo! hahaha)

O segundo é um que você entra em um carro que lembra de montanha russa, e viaja por paisagens do mundo todo. Esse é um brinquedo antigo e foi a sensação, mas o que vc talvez não saiba, é que de tempos em tempos o parque atualiza seus brinquedos, isso quer dizer que há viagens novas, como Foz do Iguaçu, praias, desertos, safari...

Algumas pessoas que já haviam ido anteriormente disseram que antes havia cheiro nas plantações. Eu não consegui sentir dessa vez.

Uma outra atração foi a de ecossistemas! Particularmente eu amo jardinagem, plantação, e ver a forma que eles cultivam as hortas e como reconstruíram o clima para a plantação de diferentes espécies me encantou. As crianças também ficaram vidradas. Pela explicação, tudo que é cultivado ali, é absorvido pelo restaurante dos funcionários: frutas, legumes, verduras, tem até peixes!

Mais uma vez ficamos até de noite. Vendo o show de luzes acontecer.

EPCOT_EPCOT_20161104_7650741014.jpeg

Depois encerramos a viagem indo ao restaurante brasileiro Camilas, comi mais do que devia, eu não tenho critério para servir prato em Buffet.

Como um cadinho de cada e fiquei feliz!

 

Bom esses foram os meus três dias com as meninas. Já já completa um ano desse passeio incrível e que as vi. A saudade aperta só de falar. Então deixa eu terminar esse post antes de chorar!

Espero que tenham gostado do post!

 

A primeira vez em NY

Viajar é bom e todo mundo sabe! Acontece que um casal de baianos muito especial estava comemorando 10 anos de casados com o objetivo de celebrar em uma viagem. Com a oscilação do dólar o destino escolhido foi Buenos Aires, Argentina.

Até que uma promoção imperdível de passagens aéreas (2 passageiros, ida e volta R$1040,00) mudou o destino para New York. Foi muito bom fazer parte desse momento especial mais que isso, foi muito divertido! 

Felipe mandou uma mensagem falando "Manu, fiz uma loucura, comprei uma passagem baratíssima para NY e estamos indo. É uma data especial, Ge e eu vamos comemorar nosso aniversário de casamento ai. Vamos dar um jeito nesse dólar!" E foi realmente o que aconteceu.

Ajudei que encontrassem uma boa hospedagem pelo Airbnb em um local que tivesse acesso ao metro. Apesar de estarem realizando um sonho, com o dólar alto o foco da viagem era conhecer a cidade e tentar economizar. O foco não foi em compras. Mas eles adquiriram algumas coisitas imperdíveis e até foram à um jogo de basquete! Planejando tudo acontece.

Depois que eles me passaram o que queriam fazer e conhecer na cidade foi a vez de auxiliar para que cada dia tivesse o máximo de aproveitamento, levando em consideração que estava outono, anoitecendo cedo e bem frio.

 

Dia 1

A chegada foi pelo aeroporto internacional JFK, e pegaram o trem até a hospedagem. Compraram o cartão de metrô válido por 7 dias (US$ 31,00 - compraram um para cada, total US$ 62,00). A viagem durou aproximadamente 1h 30min até o Brooklyn onde se hospedaram, tomaram um banho e fomos andar! De metrô, fomos do Brooklyn à Manhattan, até a estação Bowling Green, onde puderam ver o Búfalo e tirar a tradicional foto com a mão no saco (!), na superstição de atrair dinheiro. Estava bem vazio e foi fácil fotografar =)

Depois andamos até a Wall Street, até chegar no Memorial 11 de setembro. Mais uma vez pegamos o metro e fomos até a the High Line e vimos um casal celebrando e fotografando um casamento! Como era pertinho,  fomos para o Chelsea Markt comer um Hamburger delicioso no novo restaurante Cream Line. Vale a pena provar com o refrigerante de frutas vermelhas. Para fechar esse grande dia, fomos para a Times Square! Luzes, brilhos, algumas lojas e ai bateu o cansaço nos nossos viajantes e fomos para casa.

 

Dia 2
Amanheceu nublado... mas nada de ficar triste! Foi só trocar um pouco a programação.
O casal foi direto conhecer a Grand Central Station, depois andaram pela 5 Av., foram ao Rockfeller Center (mas não subiram pelo mal tempo), conheceram as lojas com a decoração linda de natal, a Catedral Sant Patrick, até chegar ao Central Park! Também encontraram a palavra LOVE (que fica na 7th avenida com a 72 Street). E terminaram o dia novamente na Times Square =)

 

Dia 3
Dia lindo, limpo e de sol, então a primeira parada: Top of Rock!
Depois andaram pela 5th e 6th Avenida... visitaram as lojas M&M, Nike e Apple store. O destino seguinte foi Atlantic Terminal Mall onde possui várias lojas, como Target, Best Buy, Marshalls, Burlington.

 

Dia 4
Mais um dia de sol, um pouco frio, mas sol. Dia ideal para conhecer a Estátua da Liberdade! Fomos até o Battery Park comprar os tíquetes (US$ 18,00 cada), que dá direito a conhecer a ilha onde a estátua está. Não fizemos a reserva para subir na estátua, ficamos apenas na ilha, e fizemos o tour guiado gratuito com o audio. Depois seguimos para a Ilha Ellis, ponto de chegada dos imigrantes. Foi um passeio muito especial. Ter a oportunidade de ver a Sky Line (arranha céu) com os prédios de Manhattan. Também foi o meu primeiro momento lá e com certeza um dia de aprendizado e emoção.
Seguimos depois para ver o por do sol em um restaurante na região Portuária, de frente para o Brooklyn e para a ponte do Brooklyn. E terminamos a nossa noite na Century 21, com algumas comprinhasUma dica: há muitos vendedores ambulantes nessa região tentando vender diferentes tipos de tour. Saia de casa já com o tipo de passeio que você quer fazer. Alguns vendedores quase impediram a nossa entrada no parque (!!) alegando que só poderíamos entrar com os ingressos comprados. Eles usam coletes e crachá mas caso tenha alguma dúvida, você pode pedir ajuda à um policial.

Dia 5
O dia começou com visita ao Museu de História Natural. I valor do ingresso na verdade é uma sugestão de doação no valor de US$ 22,00, mas você pode pagar o quanto quiser, como por exemplo US$ 1,00. Saindo do museu foram para o Central Park, para as tradicionais fotos nas pontes, lagos e no memorial Imagine, o prédio do John Lenon.
De noite foram ver o jogo de Basquete no Barcley Center, no Brooklyn. Está aberta a temporada de esportes e há ingressos para todos os bolsos, variando de 25 a 300 dólares!

Dia 6
Último dia de viagem e conheceram a Ponte do Brooklyn e fizeram algumas compras nas lojas de departamento e lembrancinha para a família e amigos. Foram para o aeroporto de metrô novamente sem stress!