A rotina de quem estuda em NYC

Oi Gente!

Como dividi com vocês no meu insta (@manunomundoo),  finalizei mais uma etapa da da minha vida. Encerrei as aulas de inglês na ILSC NY. Foi um mês de aula, com muito aprendizado e de ritmo frenético! Provas semanais, trabalhos e no meio disso tudo ainda tive a oportunidade de viajar para New Orleans !

Mas vim aqui para compartilhar com vocês como é a rotina de quem faz o intercâmbio. Eu até gravei uns videos, que geralmente envio para a minha família e postei no Youtube como meu primeiro Vlog!

A rotina de quem estuda fora do Brasil ou mesmo da cidade pode variar de pessoa para pessoa. É um misto de querer viver tudo de novo, com encontrar suas referências. Dependendo do tempo que você tem para estudar fora, você pode planejar para viver essa experiência! Dividir os dias entre estudos e viver essa energia que é estar aqui em NYC!

Mas vamos lá:

Eu escolhi a ISLC junto com a Minha Nova York Intercâmbio, uma agência de intercâmbio do Brasil, especializada em escolas em Nova Iorque .

A ILSC fica na parte sul de Manhattan, pertinho da estação de metro. Prédio novo, com infraestrutura e professores nativos. A escola oferece um lounge para os estudantes com mesas puffes e tomadas  para conectar o telefone e computador =) Também tem uma cozinha com microondas para lanches ou mesmo almoçar. Todas as salas tem TV e o acesso ao Wifi é liberado (menos na hora da aula, né gente?).

(Já fiz 4 cursos de inglês aqui em NY, para você saber mais, leia AQUI!)

Além de estudar na escola, eu estudava em casa. Não só as tarefas, mas revisava as matérias e lia muito. Estou lendo um livro em inglês no momento também e isso tem me ajudado bastante. Mas eu também conseguia dar uma voltinha pela cidade! 

Para locomoção eu uso o metro porque aqui, funciona muito bem aqui. E em determinadas horas é a melhor opção de transporte, além de mais barata pode ser mais rápida, pois o trânsito de Manhattan é insano. Eu comprei passe de metrô semanal (no valor de 32 dinheiros de dólar), e com isso tinha o passe ilimitado por uma semana (7 dias). A escola fica super perto da Fulton Station, uma estação nova , com vários restaurantes. Ela também se conecta com a estação de World Trade Center (ótima opção saber esses caminhos no inverno e se proteger do frio!). 

O Soho é um bairro super charmoso. Um dos lugares que mais gosto de passear. As ruas são verdadeiras inspirações, não importa a estação do ano. Ver as vitrines, galerias de arte e gente bem vestida é praticamente uma regra. Próximo ao Soho está Tribeca, uma região que está se transformando rápido e abrindo vários restaurantes. É muito fácil passar de um bairro para outro sem sentir.

A região da escola tem tudo por perto: metrô, farmácias, bancos, restaurantes... foi um privilégio estar bem localizada! E bem pertinho tem na outra estação de metrô muito famosa: A estação World Trade Center ou também conhecida como Oculus. Projetada pelo arquiteto Santiago Calatrava o desenho é lindo, remete uma ave ao levantar voo abrindo as asas. Na parte interna é possível ver o One World Trade Center, e a claridade do dia penetra entre as vigas. Além de ter 11 linhas de metro e conexão com o PATH (trem de Nova Jersey), a estação também funciona como um mall (shopping), com várias lojas, como Sephora, Vitoria Secrets, Apple Store, entre muitas outras!

Bom, espero que tenham gostado desse post e até o próximo!!

=)

 

 

230 Fifth Rooftop, a melhor vista de NYC

Gente: imagina um lugar incrível!! Então vem comigo para saber mais!

Já estava na minha wish list (lista de desejos) tinha tempo ir ao 230 Fifth Rooftop. Logo nas primeiras semanas que vim morar aqui, passava em frente da entrada depois da medição e falava que ia... mas sempre deixava para depois. Finalmente fui e não poderia ter sido em um momento melhor com pessoas incríveis que me deram muito apoio para continuar escrevendo! :-)

Como mostrei no Instastories (@manunomundoo), o Rooftop fica na 5th Ave com acesso fácil, próximo ao Madison Square Parque e tem essa vista linda! É um espaço aberto com bar para drinks e petiscos. É possível fazer reserva e pegar mesas com cadeiras ou mesmo sentar em um dos sofás!

Durante as estações mais frias, há aquecedores e tipo um roupão para ajudar a driblar o frio. A entrada é gratuita e você só paga o que consumir. Aos domingos um delicioso brunch com 30 dinheiros de dólar (para comer o que quiser) e bebidinhas à parte! 

Vale a visita para ver a skyline de Manhattan e aproveitar um dos lugares mais charmosos da Big Apple! 

 

Mais informações:

Site: www.230-fifth.com

Link no Google Maps

Endereco: 230 5th Ave, New York, NY 10001, USA

Telefone: +1 212-725-4300

 

50 coisas para fazer em NYC

A cidade é intensa, tem sempre uma novidade e um novo point. Mas, há também os clássicos que são imperdíveis e que vale a pena conhecer, ir pela primeira vez ou vezes repetidas.
Então vamos lá:

1. Andar: Se você acha que a sua viagem para NY será só glamour, até pode ser, mas andar é fundamental para conhecer e sentir a cidade. Você pode pegar metrô (o cartão ilimitado), o taxi, as nada disso será suficiente. NY é um local que se anda muito e é maravilhoso quando o clima ajuda. Aproveite para tirar fotos nessas andanças: taxi amarelo, prédio de tijolinho com escada, pessoas de todos os estilos, lojas, restaurantes… é tudo seu!

2. Taxi Amarelo: mesmo com o crescimento do Uber e a diferença de serviço em alguns carros, é irresistível andar nos tradicionais Yellow Cabs, e ficaria mais perfeito se você chamasse no meio da rua com um assobio e então ele parasse para você. É indicado que sempre dê 1 dinheiro de dólar como gurjeta.

3. Battery Park: É o parque que você consegue ver New Jersey, a Estátua da Liberdade, tem o SeaGlass Carrossel, tem monumentos lindos e é aqui que você consegue comprar os ingressos para a visitar a Estátua.

4. Estátua da Liberdade: a estátua fica na ilha Elles e para ir até lá, pegue o FerryBoat que custa 18 dinheiros de dólar. Se você estiver com seu fone de ouvido, vale pegar o áudio guia para entender o processo de construção e história da estátua.

5. Charging Bull: o famoso búfalo, que representa a alta na bolsa de valores tem fila para ser fotografado. Mas se você for cedinho ou no meio da tarde, pode ter sorte de estar mais vazio e sua foto ter só você.

6. Wall Street: Tem que tirar a famosa foto seja com a plaquinha da rua ou mesmo a estação do metrô!

7. Metrô: Vir à NY e não andar de metrô é o mesmo que no verão você não pegar sol! Compre seu ticket de metro (existem várias opções de passes: diário, semanal, mensal ou um valor fixo).

8. Ponte do Brooklyn: Você precisa andar por ela, seja de Manhattan para o Brooklyn ou ao contrário. E nem precisa andar nela toda… mas a vista linda com a ponte e a Sky line de Manhattan, é mais pertinho do Brooklyn.

9. Brooklyn: Claro! Vc não pode perder essa oportunidade, tem tudo de bom e delícia por aqui: restaurantes, happy hour, hippster, feiras, museus…

10. Brooklyn Bridge Park: já que você veio para o Brooklyn, visite esse parque gracinha que vai te proporcionar uma vista incível da Sky Line de Manhattan!

11. Dumbo: Ainda no Brooklyn, aquele carrossel para embalar fotos lindas e um ar romântico para sua viagem

12. Smorgasburg: o evento conta com alguns pontos de realização que vai de Willamsburg ao Prospect Park, com vários tipos de comidas: burgers, sorvetes, cervejas, entre outras curiosidades deliciosas para provar.

13. Memorial 11/09: A fonte infinita, as árvores e está ali, faz você se sentir parte do mundo real e de como tudo é sensível.

14. One World Tade Center: o novo prédio já está aberto para a visitação, com um observatório de vista linda. Diferente dos prédios antigos que estão localizados no meio da ilha, aqui é possível ver uma vista diferenciada e plena.

15. Estação de Metrô World Trade Center: a estação foi finalizada em agosto de 2016 e está linda, diferente de todas as outras. A sua arquitetura favorece a entrada da luz solar o que dá amplitude e visibilidade de tudo. Daqui também é possível ir para New Jercey. Há também muitas lojas e funciona como um shopping.

16. The High Line: a antiga linha de trem foi reconfigurada para receber um lindo jardim suspenso. Há fontes de água para refrescar nos dias mais quentes, espreguiçadeiras para ler um livro, ver New Jercey ou mesmo o por do sol.

17. Chelsea Market : é um mercado fabuloso, com todos os tipos de lojas e até restaurantes. Tem: cupcakes, sorvetes, pão, burgueria, lagosta, frutos do mar, um japinha (tudo fresco), flores, utensílios para cozinha e casa, temperinhos, restaurante de massas! Visite!

18. Google: o prédio da Google fica bem em frente! E vale aquela foto de self com o prédio de tijolinhos e a logo da empresa que sabe todas as respostas para as nossas dúvidas.

19. Chelsea: andar pelas ruas do bairro é uma delicia. Você pode encontrar um prédio lindo para fotografar.

20. Soho: há lojas lindas e de marca por aqui, mas também há restaurantes com o menu delicioso e happyhour atrativo. Permita-se parar e tomar uma tacinha de vinho. Vai ser um charme!

21. Washington Square Park: é aqui que fica a NYU (New York University). É um ambientem muito jovem, com uma fonte linda e também uma réplica do Arco do Triunfo.

22. Union Square: Esse parque é super interessante porque tem vários artistas de ruas, músicos entre outras manifestações culturais. Aqui também tem muitas estátuas, mas em especial, a do Ganghi.

23. Whole Foods: o mercado tem comida fresquinha e embalada. Compre um lanche ou mesmo o seu almoço. Você pode escolher comer nas meses (algumas unidades oferecem uma mini praça de alimentação), ou você pode optar por um pique nique em uma das praças e parques da cidade.

24. Mdison Square Garden: mais uma praça da cidade, com muita atração para os pequenos e sombra. É aqui que tem a primeira unidade do Shake Shack, que faz fila no horário do almoço ou no final da tarde. Mas, Vale a pena!

25. Flatiron: O prédio mais antigo da Big Apple tem uma arquitetura que chama a atenção no meio da vizinhança cada vez mais moderna.

26. Eataly: Esse mercado é uma delicia, tem frutas, massas, pastas, crepes (de nutela), frutos do mar e também itens para casa. O Happy Hour daqui é uma delicia!

27. 5th Ave: andar por ela toda já é uma delicia, lojas, igrejas, prédios, museus. Não esqueça de tirar a foto com a plaquinha com o famoso nome!

28. Empire State: Subir no prédio que já foi palco de clássicos do cinema é inclrivel. Mas lá de cima você consegue ver a cidade de uma forma única. É o meu prédio favorito, de dia ou de noite. Ainda mais depois que soube que a administração do prédio tomou medidas estritamente ecológicas para diminuir o consumo de energia com substituição de janelas entre outras medidas.

29. Bryant Park: o parque tem uma unidade da Biblioteca Pública de NY e também muitas atrações nas diferentes estações do ano. Sente no gramado ou em uma das mesinhas com cadeiras para descansar e aproveitar o momento.

30. Biblioteca Pública de NY: Há vários prédios espalhados pela cidade. Mas você não pode deixar de fotografar nas escadarias ou perto dos leões.

31. RockeFeller Center: Mais que um observatório o complexo oferece para os turistas uma estação de patinação no inverno, restaurantes, lojas o que inclui da Lego, entre outras marcas.

32. St. Patrick’s Catedral: com uma arquitetura linda a catedral é aberta para os visitantes conhecerem dentro e também assistir missas.

33. Tiffany Co.: A joalheria é palco de muitos filmes e séries, não é para menos, aqui os diamantes não valem mais que os sonhos. A loja tem vários andares, além de jóias há artigos para casa também.

34. Apple Store: O cubo de vidro é uma atração, mas a loja fica no subsolo e é preciso pegar uma escada ou o elevador.

35. Central Park: O maior parque é uma atração com várias atrações! É delicioso passar um tempinho aqui, seja para o pique nique, para assistir um show, apenas andar…

36. Imagine: A homenagem a John Lennon fica no Strowberry Fields, dentro do Central Park, as vezes tem uns músicos tocando músicas e também flores que os fãs deixam.

37. Museu de História Natural: Pode reservar uma manhã ou parte da tarde para andar pelas galerias e fotografar. O museu é mesmo incrível, e só não tem os efeitos especiais como no filme.

38. MET: Metropolitan Museum of Art tem uma contribuição sugestiva, mas você pode parar o que puder, 1 ou 4 ou 5 dinheiros de dólar. E no verão tem um Happy Hour maravilhoso, que você pode assistir o por do sol, com um brinde delicia coma vista linda do central Park

39. Times Square: os nativos não gostam tanto, mas os turistas amam! Afinal, painéis luminosos com uma definição incrível.

40. Broadway: Diversos shows para todos os tipos de gosto. Dos musicais tradicionais para os novos com efeitos especiais. Sim vale a pena assistir. E uma dica de ouro: duas vezes ao ano é possível comprar 2 ingressos pelo preço de um.

41. Macy’s: a loja de departamento fica na 34th St entre a Broadway e a 7Ave, é enorme ocupa todo o quarteirão, no final do ano tem uma decoração linda de natal. Há varias marcas de cosméticos, sapatos, roupas, acessórios para homens, mulheres e crianças. Além também de ter itens para noivas e casa. Brasileiros mostrando o passaporte ganham 10% de desconto no final da compra. E nas compras até 100 dinheiros de dólares em roupas, não há taxado estado.

42. Grand Central: A estação tem um relógio bem no meio da estação um mercado, lojas, restaurantes no subsolo além de metrô e trens. Vale ir e olhar para o teto, é lindo!

43. Tao; o restaurante tem uma gastronomia e drinks deliciosos, além também de ser super agitada com uma night. Faça reserva para garantir a mesa.

44. Bagatele: o restaurante é famoso por ter um brunch super animado. É preciso reservar e estarem todos presentes para sentar à mesa.

45. China Town: no meio de Nova Iorque encontramos uma região onde até o MC Donald tem a sua logo em Chines! É como se estivesse na China!

46. Little Italy: um pedacinho da Italia bem perto de você, com massas, sotaques e vinhos.

47. Bagel: rosquinha tradicional americana, mais que rosquinha, vai. Ainda não sabe o que é? Vou te ajudar, o que o Simpson sempre está comendo! Chegue cedo na Ess-a- bagel, para comer. Minha dica é o pão com todas as sementes, salmão e cream chease.

48. Century 21: outra loja de departamentos com vários andares, promoções e itens para serem adiquiridos.

49. Confeitarias: não deixe de provar o pudim de banana da Magnólia e os macarons da Laduree

50. Região Portuária: com uma vista linda para o Brooklyn, tem vários restaurantes como o Industry Kitchen e também lugar para alufar e pedalar de bike.

Foi difícil selecionar 50 coisas, porque NY tem muito para oferecer. Mas se você conseguir seguir essa lista já vai ter aproveitado bastante!

A primeira vez em NY

Viajar é bom e todo mundo sabe! Acontece que um casal de baianos muito especial estava comemorando 10 anos de casados com o objetivo de celebrar em uma viagem. Com a oscilação do dólar o destino escolhido foi Buenos Aires, Argentina.

Até que uma promoção imperdível de passagens aéreas (2 passageiros, ida e volta R$1040,00) mudou o destino para New York. Foi muito bom fazer parte desse momento especial mais que isso, foi muito divertido! 

Felipe mandou uma mensagem falando "Manu, fiz uma loucura, comprei uma passagem baratíssima para NY e estamos indo. É uma data especial, Ge e eu vamos comemorar nosso aniversário de casamento ai. Vamos dar um jeito nesse dólar!" E foi realmente o que aconteceu.

Ajudei que encontrassem uma boa hospedagem pelo Airbnb em um local que tivesse acesso ao metro. Apesar de estarem realizando um sonho, com o dólar alto o foco da viagem era conhecer a cidade e tentar economizar. O foco não foi em compras. Mas eles adquiriram algumas coisitas imperdíveis e até foram à um jogo de basquete! Planejando tudo acontece.

Depois que eles me passaram o que queriam fazer e conhecer na cidade foi a vez de auxiliar para que cada dia tivesse o máximo de aproveitamento, levando em consideração que estava outono, anoitecendo cedo e bem frio.

 

Dia 1

A chegada foi pelo aeroporto internacional JFK, e pegaram o trem até a hospedagem. Compraram o cartão de metrô válido por 7 dias (US$ 31,00 - compraram um para cada, total US$ 62,00). A viagem durou aproximadamente 1h 30min até o Brooklyn onde se hospedaram, tomaram um banho e fomos andar! De metrô, fomos do Brooklyn à Manhattan, até a estação Bowling Green, onde puderam ver o Búfalo e tirar a tradicional foto com a mão no saco (!), na superstição de atrair dinheiro. Estava bem vazio e foi fácil fotografar =)

Depois andamos até a Wall Street, até chegar no Memorial 11 de setembro. Mais uma vez pegamos o metro e fomos até a the High Line e vimos um casal celebrando e fotografando um casamento! Como era pertinho,  fomos para o Chelsea Markt comer um Hamburger delicioso no novo restaurante Cream Line. Vale a pena provar com o refrigerante de frutas vermelhas. Para fechar esse grande dia, fomos para a Times Square! Luzes, brilhos, algumas lojas e ai bateu o cansaço nos nossos viajantes e fomos para casa.

 

Dia 2
Amanheceu nublado... mas nada de ficar triste! Foi só trocar um pouco a programação.
O casal foi direto conhecer a Grand Central Station, depois andaram pela 5 Av., foram ao Rockfeller Center (mas não subiram pelo mal tempo), conheceram as lojas com a decoração linda de natal, a Catedral Sant Patrick, até chegar ao Central Park! Também encontraram a palavra LOVE (que fica na 7th avenida com a 72 Street). E terminaram o dia novamente na Times Square =)

 

Dia 3
Dia lindo, limpo e de sol, então a primeira parada: Top of Rock!
Depois andaram pela 5th e 6th Avenida... visitaram as lojas M&M, Nike e Apple store. O destino seguinte foi Atlantic Terminal Mall onde possui várias lojas, como Target, Best Buy, Marshalls, Burlington.

 

Dia 4
Mais um dia de sol, um pouco frio, mas sol. Dia ideal para conhecer a Estátua da Liberdade! Fomos até o Battery Park comprar os tíquetes (US$ 18,00 cada), que dá direito a conhecer a ilha onde a estátua está. Não fizemos a reserva para subir na estátua, ficamos apenas na ilha, e fizemos o tour guiado gratuito com o audio. Depois seguimos para a Ilha Ellis, ponto de chegada dos imigrantes. Foi um passeio muito especial. Ter a oportunidade de ver a Sky Line (arranha céu) com os prédios de Manhattan. Também foi o meu primeiro momento lá e com certeza um dia de aprendizado e emoção.
Seguimos depois para ver o por do sol em um restaurante na região Portuária, de frente para o Brooklyn e para a ponte do Brooklyn. E terminamos a nossa noite na Century 21, com algumas comprinhasUma dica: há muitos vendedores ambulantes nessa região tentando vender diferentes tipos de tour. Saia de casa já com o tipo de passeio que você quer fazer. Alguns vendedores quase impediram a nossa entrada no parque (!!) alegando que só poderíamos entrar com os ingressos comprados. Eles usam coletes e crachá mas caso tenha alguma dúvida, você pode pedir ajuda à um policial.

Dia 5
O dia começou com visita ao Museu de História Natural. I valor do ingresso na verdade é uma sugestão de doação no valor de US$ 22,00, mas você pode pagar o quanto quiser, como por exemplo US$ 1,00. Saindo do museu foram para o Central Park, para as tradicionais fotos nas pontes, lagos e no memorial Imagine, o prédio do John Lenon.
De noite foram ver o jogo de Basquete no Barcley Center, no Brooklyn. Está aberta a temporada de esportes e há ingressos para todos os bolsos, variando de 25 a 300 dólares!

Dia 6
Último dia de viagem e conheceram a Ponte do Brooklyn e fizeram algumas compras nas lojas de departamento e lembrancinha para a família e amigos. Foram para o aeroporto de metrô novamente sem stress!