Amigos - 5 de 365

Amigos brazucas ou gringos.

Eu sempre tive os meus amigos por perto. Sejam eles amigos de amigos ou na própria família. Eu acho que é um dom meu agregar.

Consegui a proeza de fazer um churrasco (no play do meu prédio), com meus amigos do Rosário e Monteiro juntos. Os meus amigos do pagode, do forró, do prédio, da vida.  

E quando os meus amigos organizaram uma festa surpresa junto com a Lucinha? Imagina: um bando de adolescente no seu quarto quando você chega do colégio! Lembro de gente pulando na minha cama, tinha docinho, bolo... amigos!

Ah!! Tinha trabalho em grupo, com certas pessoas tentando ultrapassar da varanda para a sala pela porta de vidro. Ou pedindo galinha com milho (delicia), da Lucinha.

Aí passa para os amigos da facul. Aquele misto de vida em evolução e descobertas. Amigos para dividir casa, morar sozinha. Uma, duas, três vezes até ter meu cantinho.

Amigos de ir pro samba, de viajar juntos, de ligar e ir pra Praia ou para o chopp. Amigos da meditação, ou da academia. Amigo é bom e preenche a vida. Repara só: vc tá feliz compartilha com os amigos. Vc tá meio nebuloso, é para um amigo que vc liga, manda mensagem. É sempre o amigo o trampolim da vida ou o respiro. Até amigos de viagens que você coloca na mala e leva pra vida! Aiiii amigo é muito bom!

Aqui nos Estados Unidos, eu sinto muita muita muita muita, já falei muita? MUITA saudade dos meus amigos. Mas desde que resolvi ser leve e aceitar minha nova morada, deixei pessoas se aproximarem de mim.

Nunca tive problema em fazer amizade. Converso na fila, no trem, no metro. Mas aqui, onde tudo é diferente, fazer amigos não deixa de seguir essa linha. Tenho amigos meus, amigos do marido, amigos de amigos. E aos poucos minhas relações de amizade vão sendo criadas. 

Tive uns presentes aqui, claro! 
Uns são brasileiros. Made in Art of Living! Imagina vc indo meditar e saindo com 2 brindes: brasileiros que moram aqui. Que delicia. E aí vão agregando.

Amigos do marido também. Um happy hour aqui, um passeio ali, e com o tempo você vai criando afinidades. E essas afinidades vão preenchendo o dia, o coração e o sorriso.

Amigo para fazer pic nic, para um rooftop, um amigo para tirar foto no frio do inverno, para ir no karaokê e cantar Aquela Música, amigos de shot, do curso, amigos de internet para vida real ou da vida real para a virtual.

Ter amigo é muito bom. Transforma o dia, o humor, o pensamento em vida. Em momentos felizes.

FullSizeRender.jpg

Minhas madrinhas no "Meu Dia Branco"