Alemanha - Parte 3 de 4

Saimos de casa cedo, já que ontem perdemos a metade do dia dormindo. A razão é que colocamos o pé na estrada para Dussendolf.

Mas antes, uma paradinha pelo centro da universidade de Munique e também de uma loja para comprarmos roupas típicas: SIM!

 Universidade de Munich

Universidade de Munich

 

As lojas tinham peças que começavam de 33 dinheiros de euros até 1000 euros ou mais. O meu vestido foi  33 dinheiros =) e o do noivo com tudo (Bermuda, meia, chapéu) 95 dinheiros de euros. Feliz com as compras, pé na Estrada para mais uma cidade.

 

No meio do caminho fomos surpreendidos por muita chuva, o que nos fez reduzir a velocidade mesmo estando na auto Estrada mais veloz do planeta. Com isso, paramos em uma vila pequena chamada Manching para almoçar e com a ajuda do Yelp! Descobrimos uma casa de massas muito boa, bem servido e com preço honesto. Um prato de fetutinni + calzone + cerveja = 18 dinheiros de euros. Como uma prima já havia me falado, cidades pequenas da Europa não aceitam cartão, somente dinheiro, então pagamos com dinheiro o nosso delicioso almoço e fomos para a Estrada.

Mais uma vez o tempo mudou pegamos neve, uma tempestade de neve forte, depois o céu abriu azulzinho e depois choveu… realmente Abril é o mês de todas as estações por aqui.

Cheguei ao hotel Intercontinental que fica super bem localizado, 10 minutos dos pontos turísticos, e com um delicioso restaurante.

Fui fazer um reconhecimento da região, depois de ter pesquisado no TripAdivisor os pontos turísticos.

A cidade tem ruas limpas prédios com a arquitetura singular e pelo que fiquei sabendo, alguns produtos por aqui custam mais que em outras cidades, simplesmente porque você está em Dussendolf.

A Galeria Kaufhof é uma loja de departamentos como a Macy’s com vários artigos das marcas mais conhecidas. É uma cidade super simples de andar, e limpa.

No Parque tem um lago e muitas esculturas. Esse parque fica próximo também de um novo complexo (o que podemos chamar de shopping) referência em moda, o que também chama a atenção é o design do prédio, uma arquitetura bem moderna.

A cidade tem muitos parques e mesmo apesar do frio e da chuva constante, há muito verde, flores e passarinhos.

Voltei para almoçar no hotel e dar um tempo na forte chuva. E depois eu fui para o outro lado, não adiantou muito… mesmo com casaco de esqui, bota, calça de frio e muitas blusas fui rendida por uma ventania forte, chuva de granizo e por isso resolve voltar para o hotel e tomar um vinho que eu achei delicioso depois de “degustar”1/2 garrafa =)

Dia 5

O dia amanheceu com S O L! Tomei um café da manhã super rápido e fui colocar a “cara no sol mona”! A cidade ganha uma outra beleza com a luz do sol e faz com que fique ainda mais bonita, com cores das flores e os patinhos que vivem soltos!

Fiquei surpreendida com o silêncio da cidade, mesmo estando perto de uma Estrada muito movimentada, com caminhões e ônibus, não ouvia barulho de freios, ou buzinas. Realmente a poluição auditiva que temos no Brasil ou mesmo nos EUA deve ser algo do passado por aqui!

Fui andando berando todo o rio, aproveitando esse dia de sol. Aqui na pargem do Rio XXX há muitos bares com toda a estrutura para receber turistas: telões, aquecedores, toldos. São diferentes tipos de bares com diferentes propostas. Aqui também tem uma vitrine de livros, que voê pode pegar e lersentado em um dos bancos da região portuária ou em casa. É livre e gratúito. Eu achei livros em alemão, ingles e frances.

A cidade tem muitas igrejas e museus também. Uma parte que me chamou a atenção é a chamada Altstadt, fica bem pretinho do rio e tem muitos bares, hostels e lojinhas. Me lembrou muito as ruas do Rio Antigo, com artistas de rua e bares que ofereciam happyhour com um valor mais acessível.

Hora de visitar o Gehry Buildings! Do lado oposto que andei anteriormente, fui ao encontro dessas construções super famosas, pois o design das janelas nos dá a percepção de que estão sempre abertas. Há três prédios com a arquitetura arredondada, um todo prateado, outro branco e um cor tijolo. Essa região tem muitos escritórios de empresas internacionais e eu acabei encontrando aqui, o escritório das Havaianas!

Nessa região do rio uma turma de estudantes praticavam remo, mas tiveram que interromper o treino por conta da chuva que foi chegando. E eu? Aproveitei para sobir a grande Torre!

Da Rheinturm Tower tem uma visão 360 graus da cidade e é possível comprovar como ela é tão rodeada de parques. Daqui também é possível ver algumas indústrias.

 

De volta ao hotel, hoje posso dizer que o meu dia rendeu!

=)